Hearts Bleed Blue firma parceria com gravadora norte-americana e lançará títulos no Brasil


  A gravadora independente paulistana Hearts Bleed Blue cruzou fronteiras e deu início à uma parceria internacional com a gravadora norte-americana Side One Dummy, e irá lançar no Brasil três disco da gravadora independente com sede em Los Angeles, além de se tornar responsável pela distribuição oficial do catálogo da Side One Dummy.
  Os primeiros nomes escolhidos pela HBB para serem lançados em terras brasileiras foram: Chuck Ragan, PUP e The Gaslight Anthem.

Chuck Ragan

  Vocalista e guitarrista da banda de punk rock da Flórida, Hot Water Music, Chuck Ragan também assina um projeto solo que conta com diversos lançamentos desde 2006. Para a versão brasileira, a HBB elegeu "Till Midnight", o quarto álbum de estúdio do músico, lançado em 2014 e produzido por Christopher Thorn. Entre outros músicos que apoiam Ragan no projeto, o disco conta com Todd Beene, nas guitarras; Jon Gaunt, no violino; Joe Ginsberg, no baixo; e David Hidalgo Jr. (Social Distortion), na bateria. 

PUP

  Já a PUP, é uma banda de punk rock de Toronto. O grupo canadenses lançou seu álbum de estreia homônimo em 2013 e poucos meses depois assinou com a Side One Dummy, que em 2014 foi responsável pelo lançamento do álbum em LP. Agora é a vez da HBB lançar o disco da banda PUP no Brasil.

The Gaslight Anthem

  Formada em 2006 em New Brunswick, Nova Jersey, os punk rockers do The Gaslight Anthem também terão um clássico lançado pela gravadora brasileira. O álbum escolhido pela HBB é o "The '59 Sound", segundo disco da banda, lançado em 2008 e produzido por Ted Hutt. O álbum foi eleito como o número 1 de 2008 pela eMusic e recebeu uma alta classificação da Pitchfork mídia.

  Segundo a Hearts Bleed Blue, que bem se destacando como um dos selos mais importantes do cenário independente nacional, esse é apenas o começo de uma parceria que pretende movimentar a cena. Os discos da Side One Dummy já estão disponíveis em pré-venda na HBB Store.

Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Obrigado pelo seu comentário