Resenha: Scalene na FNAC Campinas (29/08/2015)


  Com apenas seis anos de estrada, a banda brasiliense Scalene já fez parte do line-up de festivais renomados como Lollapalooza Brasil e South by Southwest (SXSW), em Austin, Texas, EUA. E, recentemente, o quarteto foi finalista do reality show musical SuperStar, da Rede Globo. No último sábado, 29 de agosto, o grupo participou de um pocket show na FNAC Campinas, e o BPT! foi conferir.
  Faltando 30 minutos para o show, as filas já estendiam-se imensamente, tanto a destinada à compra dos discos da banda, quanto a fila para o ingresso da apresentação. O publico é variado, tendo presença de jovens hipsters, pais com filhos de colo, e até mesmo uma galera que curte um rock 'n' roll mais pesado, e que mostrava em seu peito estampas de bandas como Krisiun. O show serve como divulgação para o novo álbum da banda, "Éter", lançado em maio deste ano.
  Às 11 pontualmente, liberaram o acesso à área do show, que lotou em instantes. O público, já extremamente animado, preparava suas câmeras e celulares, até que... Às 11:10 a banda sobe ao palco, e ao alto, um mar de mãos procurando o melhor angulo para as fotos. 
  Com o começo do show, Scalene já mostra o que aconteceria por toda a próxima hora, com o vocalista, Gustavo Bertoni, puxando vocais cantantes e melodias harmônicas, e encorajando o coro da galera durante os refrões, enquanto a bateria de Philipe "Makako" vibrava e fazia todo mundo pular.
  Em seguida vem "Surreal", com uma linha bem forte de U2, e cheia de poesia em seus versos. No meio da musica, a banda corta o som, para que ecoe a voz dos fãs, já ensandecidos, antes que os músicos voltem com tudo e finalizem a música magistralmente.



  Durante todo o show, a bateria dita o ritmo, que oscila perfeitamente entre batidas fortes e dançantes, e levadas arrastadas encaixadas em perfeita harmonia com os outros instrumentos, e caindo até mesmo em solos (perfeitamente executados) pelo guitarrista Tomas Bertoni.
  Em musicas como "Silêncio", a galera descansa, enquanto canta embalada, numa conexão perfeita entre músicos e plateia. Variando bastante entre os ritmos, a banda mostra que mesmo nesse mix, pode ter sua própria musicalidade e achar o ponto de equilíbrio entre o cansaço e a empolgação daqueles que estavam ali presentes, mesmo num dia de calor intenso. Durante vários momentos, como em "Nunca Apague a Luz", Gustavo larga o microfone e deixa toda a voz para o publico, que solta o coro.
  Com o show já chegando ao fim, vêm uma parte mais pesada do set, com "Alter Ego", que traz uma pegada digna de Sixx:A.M., e que surpreende, em relação ao tipo de som que a banda vinha mostrando durante toda a apresentação.
  Puxando gritos, a saideira "Legado" encerra de maneira perfeita um show cheio de altos, e sem baixos, no que promete ser um dia que ficará na memoria dos fãs campineiros dessa jovem banda, mas que mostra maturidade e competência para estar entre os grandes do rock nacional.
  Confira algumas imagens da apresentação.







  Abaixo você pode conferir o setlist completo do pocket show da Scalene na FNAC Campinas.

01- Sublimaçao
02- Surreal
03- Tiro Cego
04- Silêncio
05- Náufrago
06- Marco Zero
07- Amanheceu
08- Nunca Apague a Luz
09- Alter Ego
10- Legado


Texto por Rami Costa (Duff McKagan Brasil). Fotos por Thais Lourenço.
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Obrigado pelo seu comentário