3 álbuns com Alexandre Marchi (Beef)


  "3 álbuns com..." é a mais nova série do BPT!, onde convidaremos músicos dos mais diversos gêneros para listar 3 de seus álbuns preferidos e comentar sobre sua ligação com os trabalhos. O objetivo é ampliar e diversificar nossos catálogos musicais. Sem falar que é legal saber o que anda tocando nos ouvidos dos músicos que escutamos, né?!
  O músico Alexandre Marchi, conhecido por sua atuação na cena do rock independente do Rio de Janeiro, pintou por aqui agora trazendo alguns disco que não saem do seu som. Além de vocalista da banda de metal Barizon, o artista vem se dedicando atualmente ao seu projeto de folk rock Beef, que está preparando o lançamento de seu álbum de estreia, "Live True", pela Hearts Bleed Blue.
  Confira abaixo a participação do Alexandre na "3 álbuns com...".

3 álbuns com Alexandre Marchi (Beef)

  Oi pessoal! Obrigado pelo convite, é um prazer participar desse projeto não só como músico, mas como uma pessoa completamente apaixonada por música.
  Vou tentar não tagarelar mais do que o necessário. Porque sabe né, quando coloca alguém pra falar do que gosta, é difícil parar. Não vou fazer essa lista pensando no que me influencia especificamente nas composições do Beef nem nas do Barizon, mas sim no que tá no dia a dia, daqueles que algumas vezes pedem pra você trocar o CD, de tanto que ouve.

Turbonegro - Apocalypse Dudes [1998]

  Poooorr.., o que falar desses caras? É um disco de punk, é muito bem tocado, tem momentos épicos de rock'n'roll, é divertido. Ouço como se fosse Stooges, Dead Boys, Ramones, e ao mesmo tempo é divertido demais, tipo AC/DC. É mais um disco só de hits. Outra coisa que é um especial deles é o visual. Desde sempre usaram maquiagem, cada um se veste de um jeito. Geralmente não curto muito projetos que tentam ser engraçados e nem que se montem muito, pois é algo que você tem que fazer muito bem pra ser legal. Eles conseguem fazer tudo isso do melhor jeito possível. Não deixe de ouvir!

Onde comprar? Digital: iTunes 

Queens of the Stone Age - Songs for the Deaf [2002]

  Esse todo mundo conhece né? O disco saiu em 2002 e me empolgou como se fosse um daqueles primeiros discos que você ouve e ama na vida. É visceral, pressão pura e é super original em questão de timbres, riffs e estruturas das músicas. Muito bom ouvir um som que você não sabe exatamente com o que comparar, e mesmo assim ser um sucesso instantâneo. Inegável que é uma sequência de hits né. A questão desse álbum ter mais de um compositor, já que o Nick Oliveri ainda era da banda, e ter três vocalistas revezando e duetando (além do Josh Homme, tem o próprio Nick e o Mark Lanegan) faz ele ser versátil e ter uma pegada meio mixtape, o que combina perfeitamente com o conceito do disco ser uma rádio tocando durante um role de carro pelo deserto. Ah, e quase me esqueci... o Dave Ghrol faz muita diferença quando faz a bateria de um álbum né.

Onde comprar? Digital: iTunes

The Hellacopters - High Visibility [2000]

  Acho esse importantíssimo na lista porque é um disco que não importa onde eu esteja, pode ter certeza que estou pagando mico cantando alto, fazendo air drums (não sei tocar bateria) e air guitar ao mesmo tempo. Adoro a pegada da banda toda, desde as viradas de bateria às guitarras animais, que estão preenchendo todos os espacinhos onde cabem, e vocal na medida certa de "pop".

Onde comprar? iTunes

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

  Gostaram das indicações do Alexandre Marchi? Deixem seus comentários, e continuem ligados aqui no Bota Pra Tocar! para as novas indicações da série "3 álbuns com...". Vocês podem se surpreender com o que vem por ai, e  acabar descobrindo uma nova banda preferida!
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Obrigado pelo seu comentário