Ouça "A Vida que Falta", álbum de estreia da Amigo Imaginário

Foto por Nat Tonda
  Formada em São Paulo, em 2011, por quatro gaúchos vindos de diferentes cidades do interior do Rio Grande do Sul, a banda paulista Amigo Imaginário encontrou na música uma forma de expressar a solidão e o isolamento de quem vem de longe e o vazio que fica pelo caminho.
  É disto que se trata o seu álbum de estreia do grupo, intitulado "A Vida que Falta". Lançado recentemente, o trabalho contou com produção de Valmor Pedretti e se encontra disponível para audição gratuita nos principais serviços digitais de streaming.
  Formada por Vinícius Malinoski (vocal/guitarra), Guilherme Rech (guitarra/voz), Pedro Perurena (baixo) e Vinicius Facco (baterie/voz), a Amigo Imaginário lançou 3 EPs antes de encarar o desafio de lançar um álbum completo. Agora, um pouco mais experientes, concretizam seu plano de criar um rock introspectivo cantado em português, que é uma amálgama de influências muito diversas, que vão de John Frusciante a Vitor Ramil, de Jeff Buckley a Belchior, de Paul Simon a Titãs.
  Como em toda mistura improvável, a intenção é levar cada uma dessas referências a um lugar novo e o resultado fica em algo entre a sensibilidade pop e busca por melodias dos anos 60, as guitarras dos 70, o pós-punk dos 80, o indie dos 90 e as texturas do pós-rock dos 2000. O disco foi gravado em Porto Alegre, no Tung Estúdio; e em São Paulo, no Estúdio Aurora, Raphael Begosso Estúdio e Casa do Mancha. A arte da capa é assinada por Leo Lage e fotografia de Gabriel Not, do Oroboro Estúdio.
  Ouça abaixo "A Vida que Falta" na íntegra.

Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Obrigado pelo seu comentário